Sexta-feira, 14 de agosto de 2020.
Notícias ››   Imprensa on-line ››  

Decisão do Iraque isola ainda mais os EUA no Oriente Médio

publicada em 07 de janeiro de 2020
Decisão do Iraque isola ainda mais os EUA no Oriente Médio

Lejeune Mirhan
Sociólogo, Professor (aposentado), Escritor e Analista Internacional. Foi professor de Sociologia e Métodos e Técnicas de Pesquisa da UNIMEP e presidente da Federação Nacional dos Sociólogos – Brasil


Sobre a resolução aprovada neste domingo (5) no Parlamento iraquiano, que obriga os Estados Unidos a retirarem suas tropas do Iraque, o professor e escritor Lejeune Mirhan vê como "uma derrota fragorosa dos EUA que já estavam cada dia mais isolados na região, pois perderam a guerra na Síria"



Notícias em primeira mão e muito importante: há menos de dez minutos, segundo a rede de TV e jornais Al Manar, do Líbano, o parlamento Iraquiano acaba de aprovar, por recomendação do ministro da defesa e do próprio primeiro Ministro do Iraque, o fim - encerramento - do acordo de segurança mútua existente desde 2012, quando da retirada da maior parte das tropas de ocupação que estavam estacionadas no país desde a invasão de 2003. No entanto, muitas tropas e várias bases ainda permaneceram. Esse acordo, permitia a presença, com limitações de movimentação e a garantia de julgamento pelas cortes iraquianas de eventuais crimes cometidos por soldados estadunidenses.

O Parlamento iraquiano, com apoio de todos os partidos e forças políticas do país com representação naquela casa (não tenho ainda o resultado da votação final), decidiu então encerrar esse acordo. Dito de outra forma, todas as tropas estadunidenses e bases militares dos EUA precisam ser imediatamente desmanteladas, desmontadas e as tropas voltarem ao seu país de origem. Os detalhes sobre prazos e condições vamos ficar sabendo logo.

Ainda dito de outra forma: o não cumprimento da decisão soberana do Iraque implicará no fato que as tropas estrangeiras lá estacionadas de qualquer nacionalidade serão imediatamente consideradas tropas de ocupação.

Essa é uma, das primeiras, consequências - talvez das mais importantes, por certo - mas virão muitas outras ainda. Uma derrota fragorosa dos Estados Unidos que já estavam cada dia mais isolados na região, pois perderam a guerra na Síria, o governo libanês não lhes dá mais ouvidos e o Iraque agora eles não têm mais interlocução alguma. Também pudera, o ataque terrorista por drone efetivada n noite do dia 2 de janeiro, quinta-feira passada, por decisão do maior terrorista de terra, Donald Trump, chefe de todos os terroristas, violou completamente o espaço aéreo iraquiano.

Uma vitória dos povos, dos muçulmanos, dos que foram martirizados. Os vermes pagarão caro pela ato bárbaro cometido contra homens que lutavam contra o terrorismo.

General Suleimani, sua memória está presente e será vingada!
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
https://www.brasil247.com/blog/decisao-do-iraque-isola-ainda-mais-os-eua-no-oriente-medio

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422