Sexta-feira, 14 de agosto de 2020.

SAÚDE PRIVADA X SUS: ESSA CONTA ESTÁ ERRADA. João M.Goulart

publicada em 25 de março de 2020
SAÚDE PRIVADA X SUS: ESSA CONTA ESTÁ ERRADA
João Marcelo Goulart


João Marcelo Goulart, médico especialista em medicina interna, vice-presidente do Instituto João Goulart


"Incompetente, o governo já se demonstrou, agora tem que provar não ser genocida", diz o médico João M. Goulart.




Em um pais que teve a primeira paciente com cornoavirus, negado seu direito de atendimento, em hospital privado, e posteriormente encaminhada para o SUS obviamente, não é de se estranhar um governo, como este, que prioriza os ricos ao invés dos mais humildes.
O povo sofre, o SUS sofre, os trabalhadores estão sofrendo.

Enquanto isso o governo, se preocupa com os empresários.

Bolsonaro tentou dar carta branca aos patrões, eximindo-os de responsabilidade ao deixar de pagar os salários dos trabalhadores nos próximos 4 meses. Os mais de 40% dos trabalhadores na informalidade que ficaram sem sustento o presidente apenas ignorou. Pior do que isso, disse que muitos irão morrer e o pais tem que seguir adiante. Ao mesmo tempo segue anunciando verba bilionária aos planos privados de saúde, aos empresários privados, como o Ministro Guedes determina.

Assim se ignora o sofrimento do povo brasileiro, e de seu sistema de saúde, o SUS.

Nada contra a liberação de verbas para o sistema privado, mas que esse sistema atenda os seus pacientes e não sobre carregue ainda mais o SUS. Além disso que esta verba seja proporcional e se garanta a equidade em uma pandemia que promete dizimar os mais vulneráveis.
Veja... Guedes e Bolsonaro facilitam a liberação de 10 bilhões de reais para os planos de saúde, enquanto o congresso ainda tem que votar a liberação de 5 bilhões para o SUS. Um absurdo!

O SUS hoje enfrenta uma grave pandemia de um vírus que mostrou há alguns meses seu potencial de estrago. Mesmo assim Guedes e cia., preferiram destinar uma fatia maior de recursos ao sistema privado em detrimento do SUS, que hoje já enfrenta um déficit de 20 bilhões de reais em virtude da Emenda Constitucional 95, aprovada no governo golpista de Michel Temer e apoiada pelo atual presidente.
Nosso sistema de saúde é reconhecido no mundo inteiro pelo abrangente e includente que é. Atendemos a todos sem avaliar o poder aquisitivo de cada cidadão, incluindo a primeira paciente com o diagnóstico de cornoavirus.

O SUS precisa de forma imediata a liberação de mais recursos para combater a pandemia, do contrário, milhares de inocentes morrerão por falta de leitos e suprimentos que poderiam ter sido resolvidos previamente.
Negligencia do governo? Crime de responsabilidade?

Incompetente, o governo já se demonstrou, agora tem que provar não ser genocida.

TEMOS QUE REVOGAR JÁ A EMENDA CONSTITUCIONAL DO TETO DE GASTOS. NÃO LIMITAR ESFORÇOS EM OBTER RECURSOS PARA COMBATER A PANDEMIA.
MAIS MEDICOS É NECESSARIO SIM.

*Dr. João M. Goulart. Vice-presidente IPG- Instituto João Goulart
Médico especialista em medicina interna, formado na ELAM-Cuba.

Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
Instituto João Goulart

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422