Blog Página 64

Este "blog" pretente abrir un canal de discussão da soberania brasileira em seu amplo contexto de legalidade constitutcional, seus caminhos e alternativas, que a Nação necessita para sua emancipação.

Busca

Autores

Histórico

A Democracia Sangra

25 de junho de 2009
 

A DEMOCRACIA SANGRA

 

Na história de nosso país, foi imensurável o sacrifício de grandes pensadores da democracia brasileira, de homens de grande valor cívico e patriótico que prestaram serviços relevantes à república desde a sua proclamação por Deodoro da Fonseca em 1889. Tanta gente que enfrentou violentas ditaduras militares e seus perversos métodos opressores para calar as vozes populares e suas liberdades de expressão. Até mesmo muito sangue brasileiro foi derramado no país para consolidar as tão festejadas instituições democráticas e suas formas de representatividade com o sentido de zelar pelos interesses soberanos da nação.

Tantas batalhas, levantes, repressões, golpes, tudo para desencadear a vitoriosa retomada da democracia em 1985 e firmar um belo exemplar de carta magna em 1988. Pois agora, interpretando as notícias de corrupção política que assolam os jornais diariamente, maculando o parlamento, tem-se a sensação de que absolutamente nada deste sacrifício republicano em prol da democracia valeu à pena.

A indignação é tão grande que muitas vezes se transforma perigosamente em resignação, diante de um falso sentimento de incapacidade perante esta degradação ética e escândalos compulsivos, um atrás do outro, denotados em roubalheiras de todo tipo. Assim como é falsa a sensação de que nosso parlamento está completamente corrompido, também é exaustiva, porém verdadeira, a afirmação de que só o povo pode mudar este quadro político através do exercício pleno da cidadania: o voto consciente.

Pobre Democracia brasileira! Indignos estes representantes políticos que não honram ao sacrifício de gerações pretéritas, nem têm vergonha de roubar de um povo saqueado desde sempre. Por outro lado, salve os patriotas exemplos de dignidade e moral, como Darcy Ribeiro, que nos ensinou um dia que “só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca”. 

 

Christopher Goulart

Advogado, neto de Jango.

postado por Christopher Goulart às 17:10

Comentários

Nenhum comentário foi registrado para este post.
Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.