Blog Página 64

Este "blog" pretente abrir un canal de discussão da soberania brasileira em seu amplo contexto de legalidade constitutcional, seus caminhos e alternativas, que a Nação necessita para sua emancipação.

Busca

Autores

Histórico

Continuaremos a chorar?

29 de abril de 2010

Continuaremos a chorar?


Ontem ocorreu a primeira sessão no Supremo Tribunal Federal em que será julgada a Argüição de Descumprimento de Preceito Fundamental, ajuizada pela OAB.
Se, no STF, o Ministro Eros Grau for acompanhado em seu voto pelos demais, constituindo-se , desta forma, uma maioria, o Brasil perderá.
Perderá a nação brasileira, que ao ter, impunes, os torturadores e assassinos de seus filhos , permanecerá com a ferida aberta, e pior, com aval da Justiça. Que preço nos custará esta ferida?
Se é verdade que se deva preservar e garantir a dignidade humana, esta se dá materialmente, nas relações da “pólis”, representada no Estado pelos seus Órgãos.
O Brasil perderá a oportunidade de tal preservação.
O Brasil perderá a fé na Justiça, pois sendo a tortura crime de lesa-humanidade, aqui, considera-se que devemos investigar os crimes, abrindo arquivos, disponibilizando à pesquisa histórica, mas não punir os criminosos.
Ora, nos parece termos uma contradição: se durante a ditadura civil-militar cometeram-se crimes no aparelho do Estado, e se esses não deverão ser esquecidos jamais, pois a Procuradoria Geral da República afirma que deverão ser abertos os arquivos e disponibilizados os documentos, como permitir que tais crimes fiquem impunes? O que resulta do crime ser considerado como tal? Em nosso País, parece, que será a impunidade, e o crime não será mais crime pois a contrapartida do Estado diluir-se-á..
O Brasil legitimará, o que vem ocorrendo, ainda hoje, com a população mais vulnerável, que cometendo ou não pequenos delitos, sofre espancamentos e choques elétricos por agentes da dita Segurança Pública. Isto, ao que tudo indica, se perpetuará.
O Brasil perderá a credibilidade internacional em nossas instituições ,sobretudo as tocantes aos direitos humanos. E todo o esforço do Presidente Lula, terá sido em vão para conseguirmos uma cadeira na ONU.
O Brasil entra em descompasso com as nações irmãs da América Latina, que há muito , vem punindo os crimes de lesa-humanidade. Quando nos pronunciarmos em Assembléias, qual nação respeitará a palavra brasileira?
As Forças Armadas, perderão também. Uma vez que os crimes contidos na Argüição ajuizada pela OAB foram cometidas por uma pequena minoria; essa minoria compromete a maioria que recebe o ônus da hostilidade popular, sendo sempre associada á tortura.
Perde a História brasileira, que implacavelmente, conterá uma triste experiência em aberto, ou muito mal fechada, uma vez que a ferida continuará sangrando.
Continuarão a chorar nossas “Marias e Clarices”, sobre o solo de nossa pátria amada Brasil?

postado por Maísa Paranhos. às 13:25

Comentários

Nenhum comentário foi registrado para este post.
Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.