Blog Página 64

Este "blog" pretente abrir un canal de discussão da soberania brasileira em seu amplo contexto de legalidade constitutcional, seus caminhos e alternativas, que a Nação necessita para sua emancipação.

Busca

Autores

Histórico

Artigo: O Congresso pede Socorro

30 de junho de 2009
 

CONGRESSO NACIONAL PEDE SOCORRO

 

 

 

A degradação ética e moral que assola o Congresso Nacional não é novidade há muito tempo, e, lamentavelmente, falarmos hoje em corrupção é tão natural como respirar. Tantos belos argumentos de ilustres parlamentares que se preocupam em honrar a classe política, tantos pareceres bem intencionados apontando soluções para esta crise que envolve gestores do patrimônio público, tanta indignação popular representada pela opinião pública. E tudo continua tristemente igual. Deputados se lixando para a opinião pública, outros realizando nomeações secretas de parentes, e outros tantos envolvidos até o pescoço com negociatas que roubam à população brasileira, desvios de verbas públicas, tráfico de influência, colarinho branco. Pobre Democracia brasileira, que após todo o sacrifício e sangue de patriotas que lutaram arduamente para consolidar este regime de liberdades, é agora representada por usurpadores do povo.

Falar que a corrupção ostensiva é uma realidade que impera em nossos Parlamentos já não surpreende ninguém. Não apenas no Parlamento, obviamente. A degradação de valores morais é um mal que impera nas diversas instituições e sociedade civil como um todo, mas todo cidadão que se postula a um cargo público deve saber a exata dimensão do que significa representar a uma população tão cansada de ser roubada desde sempre. O Congresso Nacional pede socorro, mas pede a quem se o seu Presidente declara publicamente que a crise não é dele? O fato é que a democracia é lesada duramente com estes maus exemplos, e não há como o chamado “cidadão comum” – aquele que não rouba - que acompanha estes escândalos rotineiros à distância, não ficar repugnado com tantos desvios de conduta.

Mordomos, e as mordomias comprometem a imagem do Congresso Nacional, mas pior do que esta situação de calamidade restará configurada se daqui a pouco aparecer algum lunático lembrando-se da Ditadura Militar, que mandou fechar o Congresso após o Ato Institucional n° 5, com a desculpa esfarrapada de que o país estava no caminho da desordem e do caos. Portanto, a saída só pode ser a consciência Nacional de que só a retomada de uma proposta reformista em todas as estruturas sociais, políticas e econômicas, poderá libertar a nação de tantos escândalos e decepções.        

 

A inserção das reivindicações populares no processo de desenvolvimento do país, a classe média mobilizada em prol de valores maiores que não os essencialmente particulares, as elites motivadas pelo progresso do Brasil no rumo de uma grande nação de primeiro mundo, todos unidos, independente dos interesses adversos a serem confrontados na contramão da Soberania Nacional. Porque não sonhar com um pacto de unidade nacional em prol de um objetivo reformista em comum? É hora do país se libertar de mentalidades corruptas que lesam a pátria!     

 Não cabe mais discutirmos a limpeza da lixeira do Senado, que tem apoio de Corregedor ex-delegado do DOPS. Muito menos contratos suspeitos de superfaturamento, caixa dois, nomeações secretas, mensalões e mensalinhos. Muito mais produtivo do que nossa resignação perante esta realidade corrupta será a nossa indignação para concretizar de vez as reformas estruturais fundamentais para o Brasil. 

 

 

 Christopher Goulart

Advogado, neto de Jango.

postado por Christopher Goulart às 14:56

Comentários

Nenhum comentário foi registrado para este post.
Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.