Blog Página 64

Este "blog" pretente abrir un canal de discussão da soberania brasileira em seu amplo contexto de legalidade constitutcional, seus caminhos e alternativas, que a Nação necessita para sua emancipação.

Busca

Autores

Histórico

TEMER DISTRIBUI PRESENTES AOS TRABALHADORES DO BRASIL

06 de janeiro de 2017
TEMER DISTRIBUI PRESENTES AOS TRABALHADORES DO BRASIL
*João Vicente Goulart




Só os cínicos têm a competência e a falta de sensibilidade de, em cerimônia no palácio, anunciar estes “presentes” ao Brasil.
 
Essa reforma trabalhista que os conspiradores do golpismo, os assaltantes do poder e do governo pretendem fazer, dizendo aos trabalhadores:
 
-Neste momento trago um presente de Natal, que é a reforma trabalhista!

Este homem que usurpou a presidência da República está vivendo o dia a dia palaciano completamente fora da realidade e temerariamente brincando com a honra, a dignidade e a tradição de lutas da classe trabalhadora deste país.
 
Os seus presentinhos de Natal à nossa população estão extrapolando o cúmulo do assalto aos cofres públicos com o seu “governo pé de manga”, cada mês cai mais um por mal tratamento da coisa pública.
 
Será que temos que agradecer os mais variados presentes outorgados a nós brasileiros?
 
Será que teremos que conviver com o presente do estrangulamento de toda uma geração com a PEC 55, chamada de “TETO DE GASTOS”?  É só nos perguntarmos: -Como faremos para inserir o nosso crescimento demográfico, entre 2, e 2.5 % ao ano, que significam três milhões de novos brasileiros que ao fim de 20 anos serão mais de 50 milhões de irmãos brasileiros, com o mesmo orçamento, corrigido apenas pela inflação?
 
E o presentinho da reforma previdenciária, onde um trabalhador brasileiro que comece a recolher sua contribuição depois de formado aos 25 anos, só consegue aposentar-se com o teto aos 90 anos?
 
E o presente aos cofres públicos de nossa Nação com a entrega do Pré-Sal à exploração estrangeira. Ao retirar o direito da Petrobras, está retirando também os percentuais designados para a educação e a saúde.
 
E o presentinho da reforma educacional do ensino médio, sem consulta, sem debate com a sociedade e com o meio acadêmico, feito goela abaixo por medida provisória, digno exemplo dos governos ditatoriais, não será apenas mais um passo, para cada vez mais privatizar o ensino público?
 
E as concessões e privatizações, capitaneadas pelo “gato angorá”, de aeroportos, rodovias, ferrovias, portos e telefonias? Mais um presentinho, embrulhado na desfaçatez e trambicagem?
 
E a reforma trabalhista, colocada como presente de Natal, com grande pompa, autorizando a mudança de qualquer fato do “acordado sobre o legislado”? Passa desta forma, por cima do raciocínio de cunho jurídico e muda, por meio de acordos de cúpulas sindicais e patronais, inclusive a extensão do período de trabalho para 12 horas por dia! Falta chamar a Princesa Isabel.
 
E o último presente é estendido de mão beijada, como crime de “Lesa-Pátria”, entregando em uma votação apenas de uma comissão do Senado, tida como “irrelevante”, a entrega do patrimônio do Estado: antenas, prédios, edifícios, permissão de uso do satélite brasileiro. Em uma operação quase secreta entre Kassab e o relator Senador Otto Alencar, ambos do PSD, visam transferir às teles, em caráter de privatização final, dispensando multas que nunca foram pagas, por tão mal pagadores e nos dizendo que isso trará novos investimentos destas mesmas teles inadimplentes com o erário publico. Calcula o Tribunal de Contas da União uma lesão aos cofres do Brasil de 105 bilhões de reais, 5 vezes mais que o prejuízo dado na Petrobras, investigada pela Lava-Jato!
 
É isso Sr. Presidente os presentes que vossa excelência diz estar presenteando ao Brasil?
 
Não seria melhor deixar de lado o pavão que acompanha sua alma, de sua elevada auto- estima, da extrapolação da vaidade de um ser humano já bastante vivido e olhar o estrago que está fazendo ao Brasil?
 
Só as suas palavras, referindo-se que vai aproveitar a sua baixa popularidade para terminar de “corrigir” as coisas necessarias ao Brasil, são cínicas e prepotentes, daqueles que viram as costas ao povo e mergulham em palácios enfeitados de vaidades.
 
Neste Natal estes presentes são asquerosos, nefastos e entreguistas. Sem falar nas missangas palacianas sancionando reajustes de até 41% para Judiciário, sancionado aumento de 47,3% para PF e PRF, aumentando 1400 cargos comissionados, superando os gastos do cartão corporativo em três meses e meio ao 1º semestre, ignorando seus ministros normas de conduta e fazendo 238 viagens em jatos da FAB sem prestação de contas, mais de R$ 50.000,00 em jantar palaciano para senadores aprovarem a PEC 55, a TV pública voltando a comprar programas da Rede Globo, aumento de gastos com publicidade, a manutenção da “bolsa empresário” com valores de 224 bilhões de reais.
Tudo isto em nome do povo brasileiro, para quem lamentavelmente esse papai Noel não tem legitimidade.
 
*João Vicente Goulart
Diretor do IPG-Instituto Presidente João Goulart
postado por Joao Vicente Goulart às 15:04

Comentários

Nenhum comentário foi registrado para este post.
Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.