Quinta-feira, 12 de dezembro de 2019.
Notícias ››   Imprensa on-line ››  

15 de novembro na história: João Goulart recebe anistia política 30 anos após sua morte

publicada em 18 de novembro de 2019
15 de novembro na história: João Goulart recebe anistia política 30 anos após sua morte
Goulart morreu na Argentina em 1976 e viveu lá desde o dia que foi deposto da presidência em 1964

Vitor Francisco Esperança 



Quase 30 anos depois de sua morte, o ex-presidente João Goulart recebeu a anistia póstuma em 15 de novembro de 2008. O ato foi aprovado pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, que se reuniu extraordinariamente em Natal (RN), durante o 20º Congresso Nacional dos Advogados. Goulart morreu no exílio, na Argentina, no dia 6 de dezembro de 1976, aos 57 anos. Ele foi deposto da presidência por um golpe militar e teve que deixar o país. O mesmo aconteceu com a esposa Maria Teresa Goulart e os filhos, que viveram no exílio por 15 anos.

A Comissão considerou que, por causa do exílio, Jango não exerceu sua atividade profissional (era formado em Direito), e determinou uma indenização de R$ 643,9 mil para a viúva. Ela também foi anistiada e indenizada com R$ 100 mil. Na época, o presidente Luis Inácio Lula da Silva disse que a ação era um ‘pedido oficial’ de desculpas do Estado brasileiro.




Fonte: History.com
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
https://info24.com.br/

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422