Domingo, 17 de dezembro de 2017.

Contradições indecentes. o péssimo caminho das "viúvas do Hegemonismo".

publicada em 01 de outubro de 2017
CONTRADIÇÕES INDECENTES. O PÉSSIMO CAMINHO DAS “VIÚVAS DO HEGEMONISMO”

Por Ricardo Cappelli

É impressionante como a “ficha não cai.” Basta que qualquer outra força política faça um movimento que não passe por eles para receber “tiro dos companheiros”.

Ciro Gomes e o PDT, de forma altiva, correta e muito competente vêm construindo um belo caminho. Ciro sempre apanhou deles, sempre, diretamente ou através de “sites e blogs companheiros”. Bastou fazer uma crítica mais ácida a Lula e pronto, “nunca foi progressista”, sempre foi um “Coronel”, é um “louco destrambelhado”, trata-se de um “boquirroto irascível”, e por aí vai. Move-se toda uma máquina para desqualificar um excelente quadro, fiel aliado dos governos Lula e Dilma.

Aldo Rebelo, quadro histórico da esquerda e grande brasileiro, ainda nem se filiou ao PSB e já começou a apanhar. Sua ida para o PSB é sinal inequívoco de que está dando uma guinada à direita, virou o representante dos militares para derrubar Temer, linha auxiliar da reação numa aliança onde seria vice de Rodrigo Maia. Tenha santa paciência.

Não satisfeitos, depois de atirarem no PDT e no PSB, agora partiram pra cima do PCdoB. Os Comunistas vão lançar candidatura à presidência? “Estão enfraquecendo a defesa de Lula!”. “Estão dividindo a Frente Brasil Popular!” Eles podem lançar o plano B deles, até o C, o PCdoB não pode. A contradição não para por aí. Bastou sair uma nota no Painel da Folha dizendo que o PCdoB, na construção do seu caminho próprio, vai conversar com a CNI para o assunto virar escândalo. “O PCdoB está capitulando, onde já se viu conversar com a CNI, reduto de empresários golpistas!” Sinceramente, acham que somos todos “lesos”. Armando Monteiro, ex-presidente da CNI, do PTB, foi Ministro de Lula e Dilma. Foi apoiado pelo PT em sua candidatura ao Governo de Pernambuco. Os companheiros podem apoiar a CNI, ter Meirelles e Levy como seus Ministros, perambular de braços dados com Renan pelo país, mas os Comunistas não podem falar com ninguém que levam chumbo. Muito “curioso.”

Onde querem chegar atacando legendas da esquerda que historicamente sempre lhe deram apoio? Uma coisa é certa. Já passou da hora de PDT, PSB e PCdoB conversarem mais de perto seriamente sobre o futuro da esquerda brasileira.
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
Ricardo Capelli, por e-mail

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

1 Comentário

01/10/2017 às 22:15
Fernanda da R. P. Gomes escreveu:
Belíssimo texto!

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422