Sexta-feira, 18 de agosto de 2017.

Michel Temer decreta a participação das Forças Armadas para “salvar” os cariocas

publicada em 31 de julho de 2017
Michel Temer decreta a participação das Forças Armadas para “salvar” os cariocas


Mário Augusto Jakobskind 


Temer se reúne no Rio para discutir operação de segurança -

Créditos: Tânia Rêgo/Agência Brasil Temer se reúne no Rio para discutir operação de segurança / Tânia Rêgo/Agência Brasil


Até quando os golpistas e seus apoiadores vão abusar da paciência nossa?

O Rio de Janeiro vive uma situação de penúria e fatos diários relacionados com a violência urbana. O governo estadual falido, conduzido por Luiz Fernando Pezão (PMDB), que sucedeu o meliante Sergio Cabral, perdeu o controle da situação, sobretudo na área da segurança. Os servidores públicos estão sendo a grandes vítimas com salários atrasados e parcelados.
Aí então, o governo putrefato de Michel Temer decreta a participação das Forças Armadas para “salvar” os cariocas. E veio ao Rio para tentar apoios e sobrevoara os locais onde os militares se encontravam, inclusive em estradas, como a Rio-Teresópolis que tinha um grande fluxo de veículos, em um tipo de ação para conquistar adeptos de incautos integrantes da classe média que circulavam em seus carros.
O ministro Raul Jungmann foi acionado para anunciar o já visto deslocamento de militares nas ruas, avenidas e vias expressas do Rio de Janeiro. O putrefato Temer ainda participou de uma coletiva ao lado de Luiz Fernando Pezão, Marcelo Crivella e Moreira Franco, também conhecido como ato angorá, denominação cunhada por Leonel Brizola para o povo melhor conhecer o arrivista.
Jungmann insiste na enganação segundo a qual o que está sendo feito agora é diferente do que já foi feito em outras ocasiões, ou seja, a prioridade desta vez é agir com o setor de inteligência, como se as Forças Armadas estivessem preparadas para esse fim.
Na verdade, mais uma vez tentam enganar os incautos. Segundo o mais vendido jornal do Rio de Janeiro, O Globo, que dá grande destaque ao fato, os militares nas ruas e vias expressas da cidade são recebidos com aplausos.
E aí o governo putrefato de Temer aproveita a oportunidade para colocar em prática recomendação do Departamento de Estado norte-americano de fazer com que os militares desempenhem papel de polícia, quando não é essa a função deles. É, por sinal, uma sugestão estadunidense para todas as Forças Armadas dos países latino-americanos.
Vale assinalar também que Jungmann se vale de propaganda enganosa ao afirmar que as Forças Armadas vão agir voltadas para a inteligência com o objetivo de combater a bandidagem, quando se sabe que não estão preparadas para esse fim. Agir com a inteligência requer um preparo anterior, como devem ter as polícias e algo que não se aprende de um dia para o outro, mas requer muito tempo de adestramento.
A população está totalmente indefesa e manipulada aplaude qualquer medida adotada, mesmo a que não passa de exercício de pirotecnia como acontece neste momento, proporcionado por um governo totalmente putrefato.
Um governo adotando uma política de enfraquecimento do Estado, que aposta em um estado mínimo, e é o principal responsável pelo atual estado de coisas que se reflete na total perda de controle na área da segurança, inclusive com efetivos sem receber salários em dia. Os mesmos defensores desse tipo de política e que diariamente insistem na resolução dos problemas através de um ajuste fiscal, preferem insistir na pirotecnia e fazer o possível e o impossível para evitar que os motivos da verdadeira causa da perda de controle na área da segurança sejam realmente conhecidas.
É por aí que se pode entender melhor o atual exercício de pirotecnia anunciado pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann. O resto não passa de ocultação da real causa da atual situação de penúria do Estado de Rio de Janeiro.
Até quando os golpistas e seus apoiadores vão abusar da paciência nossa?
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
IPG

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422