Terça-feira, 23 de julho de 2019.

O assassinato de Lula

publicada em 23 de abril de 2017
O assassinato de Lula
*Ângelo Cavalcante





Lula, de certo, será assassinado! Em bela manhã de 2018 (quem sabe, em 2017!), Lula da Silva, animado como sempre; entusiasmado e vivamente empolgado ficará repentinamente, "doente" ou é claro, sofrerá alguma sorte de "acidente". Talvez gravíssimo acidente automobilístico desses que não tem perícia que explique ou daqueles acidentes aéreos do tipo que, simples e, tão somente, matou o ministro do STF, Teori Zavascki.

Não há saída para essa direita, aliás, diga-se de passagem, useira e vezeira de toda sorte de assassinato! Ela, a "direitona", todos sabemos, sempre matou líderes camponeses, sem-terras, sem-tetos, moradores de rua, padres, freiras, advogados, militantes dos direitos humanos, professores, estudantes, lideranças ambientais, índios, prefeitos, governadores, políticos da esquerda em geral e presidentes. Não tem outra... O caminho possível para barrarem o avanço político-eleitoral de Lula é assassinando-o. E isso, não tenham dúvidas, ao menos será tentado!
O que, em verdade e, por sinal, não é novidade alguma, afinal, eliminaram ou senão criaram as condições para a morte do presidente Getúlio Vargas; o que Getúlio Vargas passou é de um barbarismo grotesco do ponto de vista da perseguição política intermitente, intempestiva e ranheta. O escritor Lira Neto nos dá boa dimensão do flagelo e da paixão de Vargas.

Da mesma forma com o presidente João Goulart e que mesmo fora do Brasil fazia a caserna golpista tremer de medo. É que Goulart tinha carisma, brilho, liderança e projeto de nação. Fato é que a "morte" de Jango é ainda hoje, enorme questão para sua família e, sobretudo, para o povo brasileiro. Mesmo o presidente Juscelino Kubitschek (JK), vejam bem, o "bossa nova" Kubitschek, que sequer era político de esquerda ou mesmo trabalhista na estrita acepção do termo teria morrido mesmo em acidente automobilístico? É sério isso? Essa versão, muito oficial por sinal, convenceu quem?

Carlos Lacerda, um desiludido com 1964 e criador da Frente Ampla, movimento de resistência a ditadura militar juntamente com JK e João Goulart é outro que "morre" calma e solenemente na Clínica São Vicente em um sábado, 21 de maio de 1977. Curioso é que Lacerda, Kubitschek e Goulart morrem em data próximas... Essas mortes teriam relação entre si?

Não é teoria da conspiração ou me inspiro na cinematografia hollywoodiana saída do "topos" da Guerra Fria. Nada disso e digo mais... Lula provavelmente, será assassinado por um consórcio! É que o festejado agente norte-americano e por aqui, juiz de primeira instância no agrícola estado do Paraná, Sergio Moro, não conseguirá detê-lo por razões óbvias; faltam argumentos, provas, articulação de provas, fundamento, substância, densidade e consistência jurídica para algo tão decisivo.

A direita política brasileira não tem outro caminho! Estou me referindo ao triunvirato PMDB/PSDB/DEM, essa troça partidária e chafurdada até o último fio de cabelo com as maiores mafias empresariais do cone sul; mas não só eles, não possuem inteligência e coragem para tanto. Evidentemente, será parte desse crime, a TV Globo e que, claro, terá o fundamental papel de construir versões e narrativas ilusórias para consequentemente, lançá-las junto a um povo transtornado e em um transe de fim imprevisível e jamais visto neste país; a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), este velho e viciado cartel político-empresarial e que jamais abriu mão de determinar os rumos da nação também será cota-parte decisiva nesta infâmia; o Judiciário brasileiro, este "estranho poder" que tratará de legitimar o feito por meio de veredictos cínicos e absurdos é outra peça-chave desta tramoia e; por fim, o fundamental e decisivo protagonismo da "Central Intelligence Agency" (CIA), esta velha conhecida dos brasileiros e de países latino-americanos vítimas de golpeamentos dos mais diversos; órgão especialista em eliminar lideres internacionais e que ousem se contrapor aos interesses imperialistas dos Estados Unidos.

O Partido dos Trabalhadores (PT) e toda a esquerda brasileira distribuída em todos os níveis, setores e estratos da sociedade devem pôr suas barbas de molhos e se anteceder ao que está por vir; construir as condições objetivas e subjetivas para que isso jamais e de forma alguma aconteça. O debate deve começar agora; a construção de cenários e possibilidades deve ser realizada nesse instante; as ideias e propostas devem ser lançadas e o enfrentamento com as elites nacionais e internacionais é, dessa forma, nosso dever. Ninguém poderá se acovardar nesse momento.

O que está em causa? As razões dessa luta? O motivo de nossa mobilização? Sim... Tem nome, se chama Brasil e suas possibilidades de futuro.

*Ângelo Cavalcante - economista, professor da Universidade Estadual de Goiás, campus Itumbiara.
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
Angelo Cavalcanti, facebook por Luiz Carlos Souza Moreira

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

2 Comentários

08/10/2017 às 09:09
Renato Gomes de Carvalho escreveu:
Só esqueceu de incluir as #Torcidas de #Futebol, exceto a do #Corinthians, entre os que tramam contra a #Vida do #ExPresidente #Lula #Safado da Silva.
03/05/2017 às 02:36
Rodrigo Carvalho escreveu:
Tenho o mesmo receio e visão do possível. Ainda mais que destroçam um país, eliminam o povo, no qual muitos apoiam a auto-destruição, bando de alienados e mesmo simplórios. E fazem isso mesmo, desestabilizam, eliminam e invadem. Todo cuidado é pouco.

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422