Terça-feira, 26 de setembro de 2017.
Notícias ››   Imprensa on-line ››  

"Fica tranquilo Dallagnol, a lei não pune abusos anteriores", rebate Requião

publicada em 20 de abril de 2017
"Fica tranquilo Dallagnol, a lei não pune abusos anteriores", rebate Requião




Jornal GGN - O senador Roberto Requião (PMDB), relator do PLS 85/2017, que trata de crimes de abuso de autoridade, rebateu, no Twitter, um vídeo produzido por procuradores da Lava Jato contra o projeto de lei que será votado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado na próxima semana.

No vídeo, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima diz que o PL é uma "vingança" contra a Lava Jato. Depois, passa a bola para Deltan Dallagnol, que afirma que a ideia dos senadores é "calar de vez a Lava Jato e o próprio juiz Sergio Moro". O coordenador da força-tarefa ainda faz um apelo ao internauta: compartilhar o vídeo para que o Senado seja impedido de votar a proposta.

No Twitter, Requião satirizou o "jogral" e apontou que os procuradores da Lava Jato, que se recusaram a discutir propostas com o peemedebista, são "irresponsáveis" e espalham mentiras sobre o projeto.



"Três meninos, promotores federais, sem noção nem responsabilidade, falando inverdades sobre 'abuso de poder'. Um dia crescem, amadurecem...", disparou o senador. "Os três procuradores que na internet protestam contra relatório não se dispuseram a vir conversar comigo, confrontar argumentos", acrescentou.

"Não me incluam entre os que querem parar a Lava Jato, pelo contrário, quero apenas que não cometa abusos e ilegalidades. Que não pare! (...) Não se negue o serviço prestado à moralização, mas vaidades e fundamentalismos primarios querem impedir avanço do direito e do garantismo", avaliou.

Requião ainda fez uma provocação: "Fica tranquilo Dallagnol, a lei não retrotrai para punir abusos anteriores, só vai por ordem nos arbitrios posteriores a ela." Depois, disse que "valoriza" o trabalho da Lava Jato e do Ministério Público, "mas o fundamentalismo prepotente dos meninos do jogral não me comove. Disputam espaço com o Doria."

Requião também afirmou que "gostaria de ver um jogral dos três meninos contra o fim da aposentadoria, do petróleo, da soberania nacional, do esmagamento da CLT", em alusão a projetos que retirar direitos da sociedade.

"Se você não é um fascista, idiota, apoie a lei que coibe abuso de autoridade. Caso contrário, apoie o nonsense. Hitler e Mussoline são contra a lei."

"Leia o projeto do abuso de autoridade, não terceirize sua inteligência e seu censo de justiça. Quem acompanhou a CCJ hoje verificou que o projeto de abuso nada tem a ver com Lava Jato. A não ser que seja completamente idiota."
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
GGN

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422