Segunda-feira, 23 de outubro de 2017.

A magnificência do HABIB`S diante da fome de uma criança é a morte. João Vicente Goulart

publicada em 05 de março de 2017
A magnificência do HABIB`S diante da fome de uma criança é a morte.
*João Vicente Goulart


A morte.

O espancamento e a brutalidade contra uma criança que pedia comida a clientes do HABBIB`S, conduziu-a diretamente a morte.

A crueldade é tão forte que muitas vezes não sabemos mais onde estamos, onde nos dirigimos com esta inumanidade que assola comportamentos de barbárie contra um ser humano, uma criança, que cujo pecado era estar com fome e foi brutalmente espancada até a morte por funcionários desta empresa gigante, que vende comida em uma magnificência de quem olha a multiplicidade das suas fachadas e não conhece os desígnios dos caminhos da humanidade.

Será por falta de justiça? Será por desprezo ao ser humano e culto ao lucro, ao materialismo?

Nem um animal é tratado com tanto menosprezo, como foi tratado o corpo inerte de uma criança sendo arrastrado pelas ruas por verdadeiros monstros humanos, funcionarios deste império, que o jogam na calçada, como um monte de lixo desprezível.

Clique aqui

Vemos algumas iniciativas na internet de “boicote” a esta rede de comidas fast-food, as quais me uno já, e que cabe a nós despertar o nosso coração, para que este fato não seja apenas mais um dado estatístico entre milhares de outros atrozes que passam a ser corriqueiros e são esquecidos logo ali.
Não posso me abster, não posso ignorar, não posso deixar esta covardia não me ferir, não posso deixar de denunciar, se não, quem morre por dentro sou eu.

João Vitor, menino, criança e com fome: esteja certo, que esfiha no HABIB`S, nunca mais.
 
João Vicente Goulart
Cidadão brasileiro
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
IPG

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422