Segunda-feira, 25 de setembro de 2017.

PSDB deveria colocar tsunami deles para abastecer o Cantareira, diz Lula

publicada em 18 de junho de 2014
PSDB deveria colocar tsunami deles para abastecer o Cantareira, diz Lula
TNOnline
FolhaPress

DANIELA LIMA, GUSTAVO URIBE E MÁRCIO FALCÃO SÃO PAULO, SP - Em seu discurso na Convenção Estadual do PT, o ex-presidente Lula rebateu às críticas do senador Aécio Neves (MG) de que um "tsunami varrerá PT" do governo. Segundo Lula, PSDB deveria colocar o tsunami deles para abastecer o sistema Cantareira. "Por que eles não colocam o tsunami deles para abastecer o sistema cantareira que seria muito melhor para eles?", indagou o petista. A fala de Lula se soma aos discursos da presidente Dilma e de Alexandre Padilha, que mais cedo também criticaram a gestão tucana de quase 20 anos em São Paulo . Os discursos petistas foram um ataque direto ao governador Geraldo Alckmin (PSDB), que tenta a reeleição e enfrenta uma crise hídrica que o obrigou a acionar o volume morto do sistema Cantareira, que abastece 8,8 milhões de pessoas na região metropolitana. Lula deixou claro que a estratégia do PT para a campanha é mostrar que o medo do PSDB contra o PT virou ódio. "Nos mudamos o padrão de governança neste país". "O ódio deles contra nós é porque pela primeira vez nós provamos para a elite conservadora desse país que há gente mais competente do que eles", disse o petista. O ex-presidente disse ainda que o PT provou ser mais competente do que os tucanos. "Nós provamos que somos mais competentes que eles. O ódio deles contra nós é porque pela primeira vez na historia deste país provamos para a elite que somos mais competentes", concluiu. "Se em 2002 fizemos campanha para esperança vencer o medo, agora vos fazer a campanha para a esperança vencer o ódio", disse Lula. O ex-presidente voltou a afirmar que as vaias na abertura da Copa, no dia 12 de junho, foram em parte da elite. "Foram utilizados palavrões em um setor que se percebia que as pessoas não sabem nem o que significa calo na mão. As pessoas tinham cara de tudo, menos de pessoas trabalhadoras". Em relação ao gasto excessivo nas obras da Copa, o ex-presidente disse que se deve procurar o TCU para esclarecer se houve corrupção na Copa. "Eles jogaram tudo para debaixo do tapete. Eu duvido que todos eles [ex-presidentes] juntos criaram metade dos mecanismos que eu criei para combater a corrupção. A diferença é que tiramos o tapete da sala. Eles jogaram tudo para debaixo do tapete", afirmou Lula. O ex-presidente comparou o que a oposição tem feito hoje com o que foi feito com Getúlio Vargas e João Goulart, o Jango. Lula disse que FHC falou com "desfaçatez" no sábado, ao criticar a corrupção no pais. "É preciso uma campanha com boa dosagem de debate ideológico nesse país para colocar as coisas no seu devido lugar. Porque as pessoas ficaram com ódio do PT e passaram a nos tratar como se fossemos uma doença muito grave?", destacou Lula. De acordo com Lula, no começo, não levavam o PT a sério. "Quando começamos a construir o PT no anos 80, eles diziam que eram um bando de meninos e que esse partido não ia dar certo", disse o ex-presidente. "Eles começaram a ter raiva de nós porque criamos a participação popular, com conselhos participativos", afirmou o petista. Sobre o baixo desempenho de Alexandre Padilha nas últimas pesquisa, Lula brincou com o ex-ministro da Saúde e afirmou que quando disputou a eleição em 1989 tinha menos de 3% e que, na época, houve manipulação dos meios de comunicação. "Em julho de 1989, eu caiu de 3% para 2,75%. Todo mundo sabe que já naquela época havia um processo de manipulação nos meios de comunicação", disse o petista. "Eles dizem que não são políticos para poder criticar a presidente", diz Lula sobre a imprensa. Padilha aparece em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto, com 3%. Ele está atrás do governador Geraldo Alckmin (PSDB), que reúne 44%, e Paulo Skaf (PMDB), com 21%, segundo pesquisa Datafolha.
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário
TN online

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

Comentários

Nenhum comentário ainda foi registrado.
Seja o primeiro a comentar! Clique aqui ››

Contato

Telefone
(61) 35418388
(61) 93094422